Prezado leitor,
É permitida a utilização do conteúdo desse site, desde que citada a fonte.
Para isso, leia as regras aqui e preencha o cadastro em anexo.

Configuração mínima necessária:
Internet Explorer 7 ou Firefox 3
Resolução: 1024x768

Conheça a nossa página no Facebook Conheça a nossa página no Twitter

 

Entenda o seguro de prestamista

Fatos e dados

201620152014 2013 2012

Vendas de R$ 5,49 bi entre janeiro e setembro de 2016

O faturamento (prêmios diretos) caiu 8,7% entre janeiro e setembro de 2016, frente ao mesmo intervalo em 2015: as vendas somaram R$ 5,49 bilhões, contra R$ 6,01 bilhões.

A participação do seguro prestamista no faturamento do mercado segurador do ramo vida (exceto VGBL e previdência) teve recuo, de 27,5% para 24,1%. A receita (prêmios ganhos) das seguradoras teve expansão de 2,5%, alcançando R$ 5,57 bilhões ante R$ 5,44 bilhões no mesmo período de 2015.

Os sinistros ocorridos e as despesas de comercialização tiveram alta de 27,0% e de 6,5%, respectivamente. O primeiro indicador saiu de R$ 838 milhões para R$ 1,06 bilhão entre janeiro e setembro de 2015 e 2016. As despesas de comercialização foram de R$ 1,96 bilhão para R$ 2,09 bilhões nos mesmos períodos.

O índice de sinistralidade (relação entre sinistros ocorridos e prêmios ganhos) avançou, indo de 15,4%, entre janeiro e setembro de 2015 para 19,1%, nesses mesmos meses em 2016. O índice de despesas de comercialização (despesas de comercialização frente a prêmios ganhos) subiu de 36,1% para 37,5% no mesmo período de comparação

O seguro prestamista se revelou rentável para as seguradoras, como demonstra o indicador da margem de contribuição (prêmios ganhos menos sinistros ocorridos e despesas comerciais), que foi de 48,5% em jan./set. de 2015 e 43,4% em jan./set. de 2016.

 

 

Topo